Marvel Powers United VR é o novo jogo de realidade virtual com super-heróis

Por Pedro Zambarda, editor-chefe do Drops de Jogos e da revista Mundo360

Heróis do universo a Marvel estarão no Oculus Rift através do jogo Marvel Powers United VR. Trata-se do novo título de realidade virtual em desenvolvimento pela Sanzaru.

O jogo foi revelado durante o painel de games na D23, e terá batalhas cooperativas para até quatro participantes.

A empresa promete Rocket Raccoon, Hulk e Capitã Marvel jogáveis. Assista ao trailer de anúncio:


Via IGN Brasil

Compre a revista Mundo360
Acompanhe a Mundo360 no Facebook e no Twitter.

Startup da baleia 3D em realidade mista pode não entregar tecnologia prometida

Por Kao Tokio, editor-colaborador da Mundo360

Há pouco mais de um ano, a empresa da Flórida Magic Leap ganhou a atenção do mundo com espantosos vídeos que exibiam cenas ao vivo em 3D, prometendo uma tecnologia inovadora para realidade mista e aumentada. De lá para cá, a novidade está envolta em dúvidas do mercado e o projeto, segundo especulações na rede, pode decepcionar os fãs da tecnologia imersiva.

A startup, que conta com sete anos de trajetória, apresentou vídeos como a baleia que emerge em um piso de ginásio de forma extremamente realista, experiências com 3D capazes de confundir as pessoas pelo hiper realismo das cenas e jogos com personagens que pareciam estar no mesmo ambiente que o jogador.

O buzz gerado pela divulgação da novidade foi tamanho que o grupo investidor responsável pelo site de comércio eletrônico Alibaba empenhou cerca de US$ 800 mil no projeto da empresa, como informou o site Investor’s Business Daily.

O artigo citou uma entrevista do co-fundador e CEO da Magic Leap, Rony Abovitz, na qual o executivo explicava não tratar-se em hipótese alguma de uma experiência convencional de VR, descrevendo a tecnologia como um sistema de “computação hiper pessoal”, capaz de unir imagens digitais e o mundo real de forma inovadora e praticamente imperceptível.

Em dezembro de 2016, o site The Information trazia as declarações de um ex-funcionário da startup, explicando que as demonstrações feitas com protótipos e recursos ainda em fase de desenvolvimento não passavam de um exagero de divulgação e que as inovações sugeridas dificilmente chegariam ao consumidor final.

À ocasião, o CEO enfatizou sua crença em conseguir provar que os céticos estavam errados. “Estamos entrando no terceiro ato do filme – aquele com o final legal onde a Estrela da Morte explode”, afirmou.

Em fevereiro deste ano, no entanto, foi a vez do veículo especializado em tecnologia Cnet citar o vazamento de uma imagem do aparelho pela Businesse Insider, colocando em cheque a veracidade do projeto inovador: “O protótipo revelado na história do Business Insider, se assemelhava ao miolo de um PC de mesa enxertado em uma mochila improvisada. Não é exatamente a tecnologia pronta de alta categoria que alguns esperam”, escreveu o articulista Scott Stein.

O desafio da Magic Leap, nesse momento, está em provar que a tecnologia divugada pode realmente projetar imagens diretamente na retina, possibilitando a visualização de objetos tridimensionais virtuais como se fossem parte do mundo real.

Rony Abovitz parece firmemente empenhado em erradicar todas as dúvidas de público e mídia: o público terá um vislumbre da tecnologia atual “muito em breve”, disse o CEO durante a conferência Fortune’s Brainstorm Tech em Aspen, no Colorado, EUA.

Assista abaixo ao vídeo da baleia, produzido pela empresa:


Outras apresentações da tecnologia podem ser conferidas no site I Am VR, exibindo um game com os androides de Star Wars e com um mimoso elefante.

Compre a revista Mundo360
Acompanhe a Mundo360 no Facebook e no Twitter.

Pioneira no Brasil em VR, Revista Mundo360 chega ao 1º ano de vida

Por Kao Tokio, editor-colaborador da Mundo360

A Revista Mundo360, primeira publicação nacional a veicular informações sobre realidade virtual, aumentada e mista, chega ao primeiro ano de atividades com a audiência crescente. E a publicação traz grandes projetos para o novo ano.

Em 16 de junho de 2016, a empresa Esconderijo das Crianças lançava o primeiro número impresso da publicação, no evento BRVR, realizado em São Paulo.

Com tiragem de 10 mil exemplares, o projeto incluía um cardboard para ser montado pelo próprio leitor para testar a experiência imersiva proporcionada pelos vários artigos com links, apresentados na revista. A experiência demonstrou imenso potencial, comercializada em bancas de jornal na cidade de São Paulo e pelo site da editora.

Com aceitação viral do conteúdo disponibilizado na revista e o crescente número de pedidos, o Esconderijo das Crianças não demoraria a lançar o site da revista, com artigos diversos, links para experiências online e vídeos exclusivos com exibição de conteúdo interativo com a tecnologia de captura de imagens em 360 graus.

De acordo com as informações de Rodrigo Dias Arnaut, idealizador e diretor do projeto, a Mundo360 iniciou a partir da inspiração artística gerada durante o festival de cultura e tecnologia SXSW, que se realiza anualmente em Austin, Texas, nos EUA. “Agora, estamos criando ambientes virtuais e a [avenida] Paulista, nosso celeiro, será nosso primeiro case”, comentou o criador em um entusiasmado post na rede, em comemoração ao primeiro aniversário da revista.

Arnaut, que também é especialista em estratégias de engajamento multiplataforma, destacou, em entrevista ao site especializado em mídia, Adnews, na ocasião de lançamento do projeto, que o veículo é “um novo conceito de revista que oferece ao leitor um ‘pacote de experiências’, conduzindo-o a um mundo único, imersivo e fantástico”. “Nós, do Esconderijo das Crianças, ao desenvolver e criar a Revista Mundo360, tivemos como motivação levar essa experiência a um maior número de pessoas, por um preço acessível e que pudesse chegar facilmente em bancas de jornal”, enfatizou.

Agora, a equipe de produção da revista vem dando ênfase aos registros em vídeo de inúmeros eventos nacionais e estrangeiros, que permitem navegação, através da tecnologia com imagens em 360º. A seção de vídeos da página oficial da revista no Facebook, apresenta registros panorâmicos de várias locações em Cannes, na França, e fesdtivais como o XX Congresso Mega Brasil Inovação e Comunicação, em São Paulo, Path, no Rio de Janeiro, e Campus Party 2017, entre outros. A publicação também esteve na E3 2017 através do site Drops de Jogos.

Com mais de 40 colaboradores diretos e indiretos, a Mundo360 alcançou mais de 100 mil visualizações nos cerca de 100 artigos produzidos nesse período, através dos acessos público no blog e fanpage da revista. A distribuição da mídia física, cujo segundo número já está em produção, foi realizada também em eventos de tecnologia e comunicação por todo o páis e também no exterior.

Ao custo unitário de R$ 19,90, incluindo o cardboard, a edição nº 1 ainda pode ser encontrada em bancas de jornal especializadas em tecnologia ao longo da avenida Paulista, em São Paulo, e no site da editora. Outras opções de aquisição incluem diferentes aparatos para a imersão interativa dos conteúdos da publicação e do site.

Compre a revista Mundo360
Acompanhe a Mundo360 no Facebook e no Twitter.

VR é destaque da Bethesda e dos independentes na E3 2017

Por Pedro Zambarda, editor-chefe do Drops de Jogos e da revista Mundo360
Com reportagem de Los Angeles (EUA)

Novo Wolfenstein II e The Evil Within 2 não foram suficientes para mostrar a verdadeira vocação da Bethesda Softworks na E3 2017, a maior feira de games do mundo. A desenvolvedora mostrou mesmo que o que quer empurrar para a indústria é realidade virtual.

Fez isso dando coro para a Microsoft – que deu espaço para a Mojang de Minecraft explorar 4K e VR, além do novo console Xbox One X, antigo Scorpio. A Bethesda mostrou em sua conferência no dia 11 de junho (que rodou na madrugada do dia 12 no Brasil, à 1hr) que Doom VFR e Fallout VR serão lançados.

Deu à conferência o nome de “Bethesdaland”, o que caberia fácil num evento separado deles.

Dentro do showfloor da E3, eles exibiram cabines separadas para o novo Doom e Fallout 4 VR. Com HTC Vives conectados, mostraram que a realidade virtual veio com tudo para shooters hardcore.

Juntaram-se ao IndieCade, evento de games independentes que se alongou na festa The Mix à noite, na exibição de VR da grande indústria de jogos.

O Drops de Jogos e a revista Mundo360 estiveram em Los Angeles para acompanhar as novidades de perto.




Compre a revista Mundo360
Acompanhe a Mundo360 no Facebook e no Twitter.

Crytek junta forças com a Oculus para “VR locomotivo”

Por Pedro Zambarda, editor-chefe do Drops de Jogos e da revista Mundo360

A Crytek juntou forças com a Oculus, dona do Rift e parte do Facebook, para desenvolver VR em movimento, diz post em blog oficial. A informação vem de Julius Carter, desenvolvedor de games em realidade virtual que anuncia as novidades.

As inovações estão sendo aplicada aos jogos digitais The Climb e Robinson: The Journey. As principais mudanças, pensando que o Oculus Rift é uma experiência mais estanque em relação ao HTC Vive, estão na rotação da cabeça.

Veja um playlist sobre estes experimentos.


Via RoadtoVR

Compre a revista Mundo360
Acompanhe a Mundo360 no Facebook e no Twitter.

Festival Path é o “SXSW brasileiro” e você precisa ficar atento com ele

Por Pedro Zambarda, editor-chefe do Drops de Jogos e da revista Mundo360

Festival Path aconteceu entre os dias 6 e 7 de maio de 2017 no bairro de Pinheiros em São Paulo. O evento ocupou um espaço aberto e diferentes locais, tais como Instituto Tomie Ohtake, Praça dos Omaguás, Teatro Cultura Inglesa, Centro Cultural Rio Verde, FNAC, além de shows ao vivo com presença de YouTubers como Cauê Moura e outros.

É a quinta edição do festival brasileiro e ele tem forte inspiração no South by Southwest (SXSW), evento que acontece desde 1987 nos Estados Unidos reunindo música, cinema, inovação e tecnologia neste clima hippie de céu aberto, com shows.

O Esconderijo Criativo trouxe a revista Mundo360, o óculos de realidade virtual Loox e colocou chips com tecnologia NFC para os visitantes que tinham interesse em visitar palestras sem carteirinha do evento, tudo em parceria com o site de games Drops de Jogos. A empresa carioca YDreams, filial da companhia internacional de mesmo nome, exibiu um telão com assuntos comentados no evento no Twitter, via hashtags, para a construção de figuras em realidade aumentada. Essa mesma empresa trabalhou com experimentos em VR na Copa do Mundo, pela Coca-Coca, e com a Natura.

Drops de Jogos participou de uma discussão sobre “discoverability” nos videogames, a forma de encontrar games nas lojas, com Paulo Luis Santos (Flux Game Studio), Jesús Fabre (Aquiris Game Studio) e Pablo Miyazawa (IGN Brasil).

Houve também a exibição de jogos brasileiros, como Galaxy of Pen and Paper e alguns em VR – Lila’s Tale e The Rabbit Hole.

Se você não ouviu falar sobre este evento, é bom ficar de olho.

Ou dar uma conferida nos vídeos que foram feitos .

Compre a revista Mundo360
Acompanhe a Mundo360 no Facebook e no Twitter.

Exclusivo: Uma entrevista com a empresa da câmera Ricoh Theta S 4K nos EUA

Por Pedro Zambarda, editor-chefe do Drops de Jogos e da revista Mundo360
Com Rodrigo Dias Arnaut, do Esconderijo Criativo (antigo Esconderijo das Crianças)

O jornalista Carlos Rodrigues Jr. esteve no evento NAB Show entre os dias 22 e 27 de abril nos Estados Unidos. O encontro lida com convergência de mídias em Las Vegas.

Lá ele entrevistou Jodi Palm, diretor de marketing da Ricoh, que lançou a câmara Theta S 4K, focada em registros em 360 graus. O equipamento é importante para registros deste tipo.

Confira o vídeo.


Compre a revista Mundo360
Acompanhe a Mundo360 no Facebook e no Twitter.