Empresa lança máscara de cheiros para ampliar imersão em VR pornô

Por Kao Tokio, editor de conteúdo do Drops de Jogos e colaborador da Mundo360

A empresa CamSoda, especializada em exibição online ao vivo de modelos em cenas de sexo, divulgou um novo projeto para aproximar seus clientes da experiência imersiva de interação com realidade virtual: o intrigante emissor de odores OhRoma.

ohroma-2

Trata-se de uma máscara sensorial para ser utilizada em conjunto com o headset de realidade virtual em sincronia com outro acessório denominado teledildonics, também produzido pela empresa.

Com os dispositivos convencionais de hoje, o usuário pode ver, ouvir e sentir o ambiente virtual em 360 graus. Com a adição do OhRoma, o público poderá agora sentir as fragrâncias e odores da cena, escolhendo entre uma variedade de aromas sensuais que pretendem excitar e levar ao clímax, informa a divulgação do aparelho no site da fabricante.

“CamSoda anunciou sua mais recente inovação para proporcionar o cheiro à experiência de realidade virtual, oferecendo aos fãs uma variedade de aromas à sua escolha, enquanto assiste entretenimento adulto”, explica a empresa. O recurso, que lembra visualmente uma máscara de gás utilizada em períodos de guerra, possui dois compartimentos com espaços para encaixe de três cartuchos de essências que, misturadas, respondem pela criação dos aromas.

ohroma-3

Segundo a empresa, os usuários podem selecionar uma boa variedade de aromas, incluindo “partes íntimas”, “odor corporal”, “fragrâncias”, “calcinhas”, “afrodisíacos” e “ambientes”, entre outros. Quando aquecidos, os aromas devem proporcionar aos espectadores online uma experiência imersiva incomum e inovadora, acreditam.

A produtora certamente busca, com a novidade, encontrar diferenciais em relação aos muitos sites do gênero ‘live cam’ e manter-se relevante e rentável no oceano de pornografia gratuita hoje já disponível através da rede.

“Os odores são algo incrivelmente poderoso. Os fabricantes de automóveis gastam milhões de dólares para criar o cheiro de ‘carro novo’ que ajudará a vender seus veículos. Estamos tentando trabalhar com o mesmo modelo”, afirmou o presidente da CamSoda, Daron Lundeen, em entrevista ao site Digital Trends.

Diferente do que se poderia imaginar, no entanto, a ideia dos produtores não se restringe aos aromas ligados puramente aos atos lilbidinosos. “Descobrimos que muitas das modelos gostariam de incorporar o cheiro de comida e outras coisas capazes de criar uma atmosfera”, explicou o executivo. “Um modelo faz uma apresentação de culinária, outra, uma exibição com jogos, onde o aroma resultante pode ser de cerveja e batatinhas”, exemplificou.

Parte da estratégia da empresa reside na combinação da realidade virtual com o novo dispositivo e o já citado aparelho teledildonics, um modelo de brinquedo sexual para ser conectado durante a experiência e que vibra para o usuário sempre que a modelo do site tocar as partes equivalente de seu corpo remotamente, provocando estímulos sexuais no parceiro online.

Embora o projeto possa parecer bizarro para alguns, a ideia de oferecer ao público a oportunidade de acompanhar a narrativa de um filme através de cheiros não é nova, e foi utilizada pela primeira vez em 1960, no lançamento da obra cinematográfica Scent of Mystery.

Produzido por Mike Todd Jr., o filme contou com roteiro de William Roos e Gerald Kersh, e direção de Jack Cardiff. A criação apresentava o Smell-O-Vision, equipamento que liberava odores em momentos específicos do enredo, auxiliando no desenvolvimento da trama do filme, um triller de suspense rodado nos belos cenários da Espanha.

Compre a revista Mundo360
Acompanhe a Mundo360 no Facebook e no Twitter.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s