O Pokémon GO botou realidade aumentada no mapa

Por Pedro Zambarda, editor-chefe do Drops de Jogos
Texto originalmente publicado na revista Mundo360.

Os números assustam. Pokémon GO foi lançado no dia 6 de julho e já pode ser considerado o game do ano.  Oficialmente o game chegou em 3 de agosto no Brasil, tanto para smartphones Android quanto iPhone.

 

Para um fenômeno que surgiu em 1996, há 20 anos, a franquia Pokémon provou que pode alcançar uma nova popularidade dentro do celular. Os monstros de bolso botaram a realidade aumentada no mapa da inovação tecnológica.

 

pokemon-go-7

Pokémon GO é sobre capturar o máximo de monstros de bolso, evoluí-los e colaborar com sua equipe para ter o máximo de ginásios conquistados e prêmios possíveis.

Para atrair Pokémon e capturá-los é possível pegar itens em lugares chamados “Pokéstops”, que normalmente se localizam em lugares movimentados ou pontos turísticos das cidades.

A localização dos bichos é randômica, mas áreas centrais de grandes cidades costumam trazer os melhores bichos. Zubats são comuns em todas as regiões, enquanto Rhydon e Dragonair estão perto de lugares como o MASP e outras regiões da Avenida Paulista, em São Paulo. É possível chamar mais monstrinhos com o uso do incenso. O círculo colorido define a dificuldade de capturar cada um deles. Os em verde são mais fáceis, enquanto amarelo e vermelho possuem um nível de dificuldade mais elevado.

Jogar as pokébolas em curva facilita a captura dos monstros. Eventos especiais com QR Codes permitem eventos especiais do game com sites na internet.

pokemon-15
O título valoriza quem quer colecionar os 150 Pokémon iniciais e promete expandir o jogo para aumentar o desafio. Como ele localiza criaturas digitais do celular no mundo real, você terá que gastar sola de sapato pra capturar todos os Pokémon.

 

Times e ginásios

Se você gosta de monstros lendários como os pássaros Articuno (gelo), Zapdos (elétrico) e Moltres (fogo), o jogo disponibiliza os times Mystic, Instict e Valor representando cada um desses personagens. Seu treinador pode entrar num dos grupos e formar alianças para jogar melhor.

Numa escala menor, os ginásios são locais que você enfrenta líderes de uma equipe inimiga para evoluir seu time. Uma vez que o ginásio seja capturado você poderá deixar um de seus Pokémon para defendê-lo e treinar outros para obter mais experiência.

pokemon-go-3

Nas batalhas, brinque com a esquiva dos seus monstros e seus golpes para conseguir vencer.

Os ginásios representam desafios do próprio game, enquanto os três times aglutinam determinados jogadores. Os gamers das mesmas equipes podem trocar itens importantes e informações para enfrentar os demais times dentro do jogo.

 

Explicando como você pode entrar nessa

Para jogá-lo, é simples. O aplicativo está disponível de graça nas lojas App Store da Apple e o Google Play, mas itens pagos podem tornar sua experiência mais interessante. Por R$ 3,19 é possível comprar cerca de 200 pokebolas e capturar muitos monstros pelo caminho, por exemplo.

pokemon-go-9

Há ainda vários Pokémon e outros detalhes que ainda não foram revelados pelo Niantic Labs, mas em breve o serão liberadas atualizações para trocar os monstrinhos e promover ainda mais batalhas entre jogares.

O jogo chegou ao Brasil somente em agosto. John Hanke, executivo do Niantic Labs, afirmou que o game chegará em mais países entre agosto e setembro. Só no mês de julho, Pokémon GO chegou primeiro na Austrália e na Nova Zelândia para desembarcar depois nos Estados Unidos, parte da Europa e Japão.

Só esses lançamentos fizeram o game valer quase 10 bilhões de dólares em especulação no mercado financeiro.

Um jogo gratuito vale muito dinheiro e traz uma enorme saga.

Todo mundo quer saber deste game. Por isso, como modelo de negócio, este novo Pokémon também é inspirador para quem quer desenvolver mais iniciativas em realidade aumentada.

Um comentário sobre “O Pokémon GO botou realidade aumentada no mapa

Os comentários estão desativados.